Skip To The Main Content

Na sequência de catástrofes naturais, a logística prova ser essencial

ASCM CEO

Friday September 15, 2017


A recente devastação na América do Norte causada pelos furacões Harvey e Irma, e um terremoto de magnitude 8,2 no sul do México, criou desafios logísticos extremos enquanto continuam os esforços de socorro e inicia a limpeza.

DoD News relatou que o Departamento de Defesa (DOD) dos EUA mobilizou recursos navais, aéreos e terrestres para responder às necessidades urgentes na Flórida, Porto Rico e Ilhas Virgens na sequência do furacão Irma. Além disso, o DOD está prestando assistência humanitária na forma de água, saneamento, suporte logístico, transporte de pessoal de assistência em catástrofes e transporte de commodities humanitários para as ilhas do Caribe mais atingidas em resposta aos pedidos do Departamento de Estado dos EUA.

O furacão Irma destruiu propriedades, lares e infraestrutura enquanto se movia, em alguns lugares com ventos de 300 km/h. Os danos e a devastação começaram nas ilhas do Caribe, onde o primeiro-ministro de Barbuda e St. Martin, Gaston Browne, estimou que pelo menos 90% do país fora destruído.

A restauração da rede elétrica tornou-se uma necessidade urgente em todas as áreas afetadas. Milhões de pessoas na Flórida, Geórgia e Carolina do Sul ainda estão sem energia. O jornal The New York Times relatou que a prioridade de restabelecimento de energia será dada a instalações vitais, como hospitais, brigadas de incêndio, delegacias e abrigos, e depois vai para as principais ruas comerciais.

No Texas, os moradores ainda estão se recuperando dos efeitos do furacão Harvey, que trouxe consigo chuvas e inundações recordes. Bens pessoais arruinados e espalhados pelas ruas do bairro. “Todos aqueles pedaços de gesso acartonado, pisos, móveis, roupas e brinquedos encharcados totalizando cerca de 8 milhões de metros cúbicos somente em Houston, o suficiente para encher duas vezes o estádio dos Texans”, relatou a CBS News.

E, na semana passada, no México, um terremoto tirou a vida de pelo menos 100 pessoas, reduziu casas, estradas e hospitais a pó. NPR apresentou uma entrevista com Eduardo Mendoza, que administra a organização de ajuda Direct Relief México. Seu grupo trabalha para prestar assistência médica aos grupos que prestam serviços de saúde. “Com a chegada de mais chuva, a logística e a mobilização de recursos em todo o país, com deslizamentos de terra e fortes chuvas, serão complicadas”, disse Mendoza. 

Recuperação

Em meio a essas catástrofes naturais, a necessidade de uma logística eficiente é vital. Em sua recente atualização, Kathy Fulton, diretora executiva da American Logistics Aid Network (ALAN), informa que a situação na Flórida está melhorando, com o número de pessoas em abrigos diminuindo rapidamente, a energia sendo restabelecida, o combustível sendo distribuído e as pessoas voltando ao trabalho. A ALAN foi fundada por um grupo de profissionais e associações comerciais após o furacão Katrina e atualmente é apoiada por centenas de empresas da cadeia de suprimentos que estão preparadas para ajudar quando desastres naturais ocorrem. Visite o portal da internet da organização, que apresenta as necessidades atualizadas da cadeia de suprimentos das comunidades afetadas. Indivíduos e empresas também podem doar para apoiar a ALAN e sua missão em alanaid.org.

“Reconhecemos que existem áreas na Flórida, Texas e no Caribe com quantidades significativas de danos onde a recuperação será demorada”, escreveu Fulton. “A ALAN continua empenhada em apoiar as necessidades de logística sem fins lucrativos agora e nos próximos meses e anos.”

Saiba mais sobre a ALAN na  APICS 2017 - que ocorrerá de 15 a 17 de outubro em San Antonio - os representantes da ALAN estarão no Expo Hall. 




Notice

ASCM Chicago offices will be closed starting Monday, March 16th until further notice. ASCM will continue to operate as usual with staff working from home.
XClose