Skip To The Main Content

Maximizando suas Parcerias: Montadoras, fornecedores e veículos sem condutor

ASCM CEO

Friday January 13, 2017


APICS-Supply-Chain-Management-Now

Na Feira Internacional de Automóveis da América do Norte, este mês em Detroit, as montadoras estão mostrando ao mundo atualizações para seus novos modelos e, ao mesmo tempo, apresentando carros-conceito que “mexem com a imaginação”, escreveu Jim Gorzelany da Forbes. Na feira, muitas pessoas, inclusive jornalistas, estão investigando o futuro dos veículos sem condutor.

Em sua apresentação na NPR, Sonari Glinton fala com Greg Stevens, gerente global da Ford Motor Company para veículos sem condutor, sobre essa tecnologia. Stevens explica como a Ford está desenvolvendo carros que se dirigem sozinhos, que serão usados pela Ford como veículos comunitários. No entanto esses carros têm algumas limitações em termos de velocidade e em quais estradas podem trafegar.

 A Toyota também está exibindo seu carro-conceito sem motorista na feira de automóveis, que, segundo seu porta-voz, não estará pronto até 2030. Nesse meio tempo, a empresa deseja trabalhar no aperfeiçoamento da tecnologia para uma experiência do usuário realmente confortável. “Direção autônoma está chegando, certo?” diz William Chergosky, designer de interiores chefe da equipe CALTY da Toyota. “E o modo de fazer isto com responsabilidade - acredito que é muito importante todos entenderem quais são as possibilidades, o que é a realidade e o que possivelmente poderia fazer por nós.”

De acordo com um artigo da Reuters da semana passada, a Ford e a Toyota têm abordagens diferentes na pesquisa e desenvolvimento de seus carros sem motorista. Enquanto a Ford está trabalhando para desenvolver um sistema de direção autônoma exclusivo, o Instituto de Pesquisa da Toyota promove suas parcerias com a Stanford e com a MIT em seu site na Internet.

Fornecedores oferecem outro recurso para fabricantes que esperam colocar seus carros de direção autônoma na estrada o mais cedo possível. Paul Lienert e Alexandria Sage escrevem para a Reuters que os fornecedores “estão entre os parceiros em tecnologia mais populares na corrida de veículos autônomos, com várias alianças em todo o mundo.”

Um exemplo é a Mobileye, fabricante de sistemas anticolisão avançados. Ela fornece câmeras, chips e softwares para sistemas de auxílio ao motorista para mais de 24 montadoras de veículos internacionalmente. E ainda, como relata a Reuters, a Mobileye foi parceira da BMW e da Intel em um projeto e da Delphi em outro.

Líderes da Empresa estão contando com a parceria entre a Mobileye e a Delphi para produzir um sistema completo disponível para montadoras menores por cerca de $5.000 no atacado.  Enquanto isso, Elmar Frickenstein, vice-presidente sênior da BMW para veículos sem condutor, declara à Reuters que espera que a cooperação Intel-BMW-Mobileye atraia mais montadoras e fornecedores.

“Gostaríamos de criar um sistema padrão para uso de todos até 2021”, diz Frickenstein no artigo. “Isso iria dividir os custos e acelerar o processo de desenvolvimento e adoção.”

Outro fornecedor que busca parcerias significativas é a Nvidia, uma empresa de computação e inteligência artificial que já foi parceira da Audi, Here, ZF e Bosch.

Um porta-voz da Bosch confirma que eles não desejam criar um sistema exclusivo de direção autônoma. Em vez disso, a parceria está procurando colaboração de várias empresas para criar uma plataforma padrão e padrões abertos para sistemas de direção autônoma.

Colocando seus fornecedores para trabalhar.

Pensando além dos carros sem motorista, como você e sua organização poderiam envolver fornecedores no início do seu processo de pesquisa e desenvolvimento? Considere a seguinte definição de gestão da demanda ou “outpartnering” da 15.ª edição do Dicionário APICS: “O processo de envolver o fornecedor em uma estreita parceria com a firma e seu sistema de gestão de operações. Outpartnering é caracterizado pelo relacionamento de trabalho conjunto entre compradores e fornecedores, alto nível de confiança, respeito mútuo e ênfase em solução de problemas e cooperação. Com o Outpartnering, o fornecedor é visto não como uma fonte alternativa de produtos e serviços (como observado no caso de outsourcing), mas como uma fonte de conhecimento, experiência e importantes competências complementares... “

A APICS possui uma variedade de recursos que ajudam você, sua equipe e seus fornecedores a enfrentar o futuro com confiança. Visite o novo apics.org para ver como poderemos ajudá-lo a utilizar melhor seus fornecedores e ainda muito mais.