Skip To The Main Content

Incorporando a gestão financeira

ASCM CEO

Friday August 7, 2015


APICS-Supply-Chain-Management-Now

Quando eu dei início a este boletim informativo em 2008, a recessão se encontrava em seu pior momento. Ao conversar com as pessoas da comunidade APICS, compreendi o quanto se tornava essencial a gestão de cadeia de suprimentos e operações para os líderes e executivos de empresas à medida que buscavam respostas a alguns desafios extremamente difíceis. Este boletim foi – e continua sendo – uma ferramenta destinada a ajudar os profissionais de gestão de cadeia de suprimentos e operações a compreenderem seu papel crucial no negócio e na saúde econômica como um todo. Há algumas semanas, um artigo em The Wall Street Journal me chamou a atenção por se ajustar perfeitamente à missão desta publicação: “A gestão das cadeias de suprimentos está intimamente ligada à gestão financeira”.

“À medida que as taxas de juros se elevam e os mercados se tornam menos tolerantes a quem se descuida do capital de giro, as empresas podem pagar um preço alto por não utilizarem integralmente sua capacidade de gestão financeira em suas cadeias de suprimentos”, escrevem Jarrod Goentzel e James B. Rice Jr., do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, destacando uma recente pesquisa realizada pela consultora REL, uma divisão do The Hackett Group.

O artigo cita o papel crucial da gestão da cadeia de suprimentos na melhoria da gestão do capital de giro. Os profissionais que possuem essa combinação de aptidões otimizam os níveis de estoque, recebem pagamentos de clientes de forma eficiente e negociam prazos e condições de pagamento que beneficiam suas empresas e os relacionamentos delas com os fornecedores.

Contudo, os autores do artigo advertem que não se trata apenas de seguir os líderes de mercado na gestão do capital de giro. “Diferentes modelos de negócios requerem distintas posições em estoque e relacionamentos financeiros com parceiros da cadeia de suprimentos.”

Existem, no entanto, as melhores práticas para a aplicação das funções de cadeia de suprimentos nos programas de gestão de capitais. Para profissionais da cadeia de suprimentos, elas envolvem trabalhar em estreita colaboração com a alta gestão e potencializar o conhecimento por toda a empresa. Além disso, esses profissionais precisam “tornar-se fluentes na linguagem das finanças”, o que significa discutir como as decisões influenciam no lucro bruto e nos investimentos de capital de giro, explicam Goentzel e Rice.

Segundo os autores, “os gerentes de operações capazes de se expressar dessa forma não só ajudam suas empresas a atingirem suas metas financeiras mais amplas, mas também defendem com mais vigor seus próprios departamentos”. “Vender um projeto a um executivo sênior é muito mais fácil quando a comunicação é feita na linguagem financeira da empresa.”

Além disso, os profissionais de gestão da cadeia de suprimentos e operações que demonstram perspicácia financeira podem impressionar futuros empregadores durante entrevistas e provar serem valiosos a seus empregadores atuais.

O valor da competência na cadeia de suprimentos

Em seu artigo, Goentzel e Rice advertem como as taxas de juros em elevação obrigarão os líderes empresariais a atuarem na gestão de capitais, e o sucesso poderá ser a única alternativa. Os profissionais de gestão da cadeia de suprimentos e operações devem incorporar uma boa gestão financeira a suas atividades diárias. A APICS pode ajudar.

Considere a seguinte definição da Estrutura do corpo de conhecimento de gestão de operações da APICS: “O plano operacional anual [annual operating plan (AOP)] é a direção financeira para a empresa e, geralmente, realiza uma projeção dos 12 meses adiante. Normalmente, ele é o vínculo entre as vendas mais importantes para a gestão e o processo de planejamento operacional. As listas de pressupostos costumam estar documentadas e servir de apoio para a lógica do AOP. O plano costuma ser fixado ou bloqueado para fins de mensuração, mas frequentemente passa por atualizações trimestrais.”

Como retornaremos aos fundamentos básicos com o Supply Chain Management Now, retornemos também ao básico com os recursos da APICS. Estabelecido em 1973, o Certificado APICS em Produção e Gestão de Inventário (CPIM) demonstra que você compreende e é capaz de avaliar as atividades de produção e inventário nas operações globais de uma empresa. Buscar o seu CPIM assegura seus conhecimentos sobre planejamento mestre de fornecedores, planejamento de vendas e operações, medições de desempenho, relacionamentos com fornecedores e diversos outros aspectos. Para começar, visite www.apics.org/careers-education-professional-development/certification/cpim




Live Web Chat