Skip To The Main Content

Apple: um exemplo sustentável para as cadeias de suprimentos

ASCM CEO

Friday April 22, 2016


APICS-Supply-Chain-Management-Now

A transparência na cadeia de suprimentos está se tornando mais importante para líderes empresariais e consumidores, cada vez mais preocupados com condições de trabalho, direitos humanos e preservação ambiental. A Apple, uma empresa bem conhecida por ambos os grupos, lançou recentemente seu “Relatório 2016 de progresso da responsabilidade dos fornecedores” (“Supplier Responsibility 2016 Progress Report”), que destaca a rigorosa exigência da empresa de tecnologia por padrões de responsabilidade social corporativa. Com base no sucesso da empresa, outras devem “tomar nota e buscar formas de melhorar sua sustentabilidade na cadeia de suprimentos para se manterem competitivas”, escreve Jessica Lyons Hardcastle para a Environmental Leader.

De acordo com a mesma publicação, a Apple auditou 640 de seus fornecedores no mundo todo em 2015, 1% mais do que em 2014 e 41% mais em comparação com 2013. Este é o décimo ano em que a empresa lança um relatório de responsabilidade de fornecedores.

“[O relatório] detalha os avanços que a Apple tem realizado na proteção dos direitos humanos ao recusar carga horária excessiva e práticas relacionadas com trabalho servil ou infantil”, escreve na introdução do relatório Jeff Williams, diretor de operações da Apple. Williams não só supervisiona toda a cadeia de suprimentos da empresa, mas também lidera as iniciativas de responsabilidade social corporativa da Apple.

Os números são significativos. A Apple relata que, em 2015, sua conformidade de carga horária entre seus fornecedores atingiu a taxa de 97%. A empresa de tecnologia também está combatendo o trabalho servil, um tipo de contrato por meio do qual os trabalhadores pagam taxas de recrutamento por seus empregos antes de receberem o primeiro salário, levando-os algumas vezes a se endividarem. Quando a Apple descobre fornecedores que utilizam essa modalidade de trabalho, a empresa os obriga a ressarcir os funcionários. Segundo o relatório, o processo já gerou mais de US$ 25,6 milhões em restituições a trabalhadores desde 2008, US$ 4,7 milhões somente em 2015.

No aspecto ambiental de responsabilidade social corporativa, a Apple vem pressionando seus fornecedores, e eles já:

  • deixaram de despejar mais de 73.000 toneladas de resíduos em aterros sanitários;
  • economizaram mais de 14 bilhões de litros de água doce;
  • deixaram de emitir mais de 13.800 toneladas de carbono.

“Temos orgulho do progresso que temos feito até agora”, declara Williams. “Ainda assim, enquanto você lê este texto, a Apple continua enfrentando os desafios de toda a sua cadeia de suprimentos. Estamos trabalhando abertamente com parceiros do setor, governos, [organizações não governamentais] e outros que compartilham da nossa visão de melhorar vidas e cuidar do meio ambiente.”

Melhorias na cadeia de suprimentos global

Pense agora nesse desafio apresentado pelo artigo da Environmental Leader: “A notícia da auditoria da cadeia de suprimentos da Apple fez – ou deveria fazer – com que outras empresas buscassem formas pelas quais possam trabalhar com fornecedores para aperfeiçoarem seu desempenho ambiental. Ao mesmo tempo, a crescente demanda por recursos naturais como água, minerais e petróleo pressiona a área de suprimentos, tornando mais difícil o trabalho de empresas que desejam implementar práticas e materiais sustentáveis em suas cadeias de suprimentos”.

O modelo de Referência das Operações da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Operations Reference, SCOR) pode ser uma valiosa ferramenta quando você for considerar como os fornecedores da sua empresa atendem às expectativas de seus negócios e gestão. Por exemplo, considere a definição da SCOR para “controle e conformidade” em sua seção “Pessoas”: “Conscientização quanto aos regulamentos, leis e requisitos vigentes, sejam eles externos ou internos, e a capacidade de elaborar, implementar e documentar os controles correspondentes e necessários para manter a conformidade e obter com sucesso a  aprovação em requisitos de auditoria”.

A estrutura SCOR vincula processos empresariais, indicadores de desempenho, práticas e habilidades de recursos humanos em uma estrutura unificada. Ela está disponível a associados e patrocinadores do Conselho de Cadeia de Suprimentos da APICS. Para obter mais informações, visite www.apics.org/sites/apics-supply-chain-council/join-apics-scc/join-apics-scc.